Como limpar uma banheira em 8 etapas fáceis

Como limpar uma banheira em 8 etapas fáceis

Você pensaria que, como sua banheira é um lugar onde você se limpa, ela deve ficar relativamente limpa em comparação com outras áreas de sua casa (e outras áreas de seu banheiro ).

Mas depósitos de água dura, óleos corporais, espuma de sabão, mofo e até mofo podem se acumular facilmente em uma banheira ao longo do tempo, o que significa que você deve priorizar a limpeza da sua regularmente.

Afinal, quem quer tomar banho ou tomar banho em uma banheira suja? Principalmente depois das mudanças jundiaí.

Felizmente, se você ficar em dia com a limpeza de manutenção, essa tarefa não deve levar muito tempo ou esforço. Aqui está o que você precisa saber sobre como limpar sua banheira, passo a passo, de acordo com duas faxineiras profissionais que fazem isso o tempo todo.

Com que frequência você deve limpar sua banheira?

Segundo especialista, a frequência de limpeza da banheira depende de alguns fatores, como o tipo de banheira que você possui e como a utiliza.

Por exemplo, se você tiver uma banheira autônoma na qual toma banho regularmente, tente limpá-la após cada uso (especialmente se você usar bombas ou bolhas de banho que possam deixar resíduos coloridos na superfície da banheira).

Mesmo que você não use produtos de banho, ela diz que a água morna pode esfoliar a pele, deixando resíduos na banheira após a imersão. Se você não estiver usando sua banheira regularmente, ela diz que você pode limpá-la uma vez por semana.

Como limpar uma banheira em 8 etapas fáceis

Banheiras e chuveiros combinados são uma história diferente.

Se você usar a banheira apenas para tomar banho, especialistas sugere limpá-la uma vez a cada uma ou duas semanas.

Se você deixá-lo sujo por muito tempo, espuma de sabão e manchas de água dura se acumularão lá e levará mais tempo para limpar e será necessário mais graxa de cotovelo“, diz ela.

Coisas que você vai precisar:

  • Luvas;
  • Balde;
  • Água quente;
  • Bicarbonato de sódio;
  • Sabão para louça;
  • Pano de microfibra limpo;
  • Esponja limpa;
  • Um limpador de banheira e azulejos (opcional);
  • Borracha Mágica (opcional).

Se a sua banheira estiver levemente a moderadamente suja, especialista sugere seguir as etapas abaixo para limpá-la.

Se a sua banheira estiver muito suja ou você não a limpa há muito tempo, ela diz que funcionará melhor usar uma banheira e um produto de ladrilhos dedicados, que são mais eficazes no trabalho com mofo e acúmulo difíceis.

Nesse caso, siga as etapas 5 a 8 após aplicar o limpador (e certifique-se de seguir as instruções no rótulo do produto).

Etapa 1: Esvaziar a banheira

Antes de começar a limpeza, é recomendado remover todos os brinquedos de banho, buchas, tapetes de banho e artigos de higiene da banheira.

Eles só atrapalharão um trabalho de limpeza completo e você não quer que nenhum produto de limpeza acabe neles – especialmente se você tem filhos que podem colocar brinquedos na boca.

Passo 2: Coloque as luvas

Luvas de limpeza protegerão suas mãos de produtos de limpeza potencialmente agressivos enquanto você esfrega a sujeira e a sujeira da banheira. Além disso, você pode apenas querer evitar toda aquela sujeira e sujeira em suas mãos.

Passo 3: Adicione o Bicarbonato de Sódio

Em seguida, polvilhe generosamente os ladrilhos do chuveiro, a banheira, as torneiras e o chuveiro com uma camada de bicarbonato de sódio.

Etapa 4: encha seu balde

Enquanto o bicarbonato de sódio fica na superfície do banho, encha o balde com água quente e algumas gotas de seu detergente preferido.

Passo 5: Esfregue a banheira

Mergulhe a esponja na água com sabão e esfregue todas as partes da banheira em movimentos circulares. O bicarbonato de sódio, diz especialista, ajudará a clarear a banheira e a eliminar a espuma de sabão.

Além disso, ajudará a desodorizar a banheira se houver odores persistentes.

Etapa 6: enxágue os produtos

Depois de limpar completamente a banheira, enxágue-a com água quente, certificando-se de que todos os resíduos de bicarbonato de sódio e sabão tenham saído dos cantos e recantos.

Passo 7: Seque a banheira

Em seguida, seque a banheira com um pano de microfibra limpo, tendo o cuidado de polir as torneiras e os chuveiros. Quando tudo estiver seco e polido, você pode colocar seus artigos de toalete e acessórios de banho de volta!

Passo 8: Lave a Cortina de Chuveiro

Se você tiver uma cortina de chuveiro, certifique-se de limpá-la também – sua banheira não ficará limpa por muito tempo se a cortina e o forro estiverem sujos.

Você pode simplesmente jogar a parte do tecido na lavagem com sua outra roupa, manchando-a antes, se necessário. O forro de plástico também pode ir na máquina de lavar.

Apenas certifique-se de usar água fria e adicionar algumas toalhas de banho para evitar rugas excessivas.

Como manter uma banheira mais limpa por mais tempo

Ficar por dentro da limpeza da sua banheira é uma ótima maneira de espaçar suas limpezas profundas. O que sugerimos é enxaguar bem a banheira toda vez que você tomar banho ou tomar banho.

Um spray de banho diário pode ajudar a reduzir o acúmulo de espuma de sabão e, se sua banheira tiver uma porta de vidro, use um rodo para remover a água extra toda vez que tomar banho.

Como limpar seu chuveiro e mantê-lo absolutamente brilhante

Como limpar seu chuveiro e mantê-lo absolutamente brilhante

Não é de surpreender que você precise limpar o chuveiro. Nossos chuveiros nos veem no nosso estado mais imundo, então não leva tempo para que espuma de sabão, mofo e outras gordurinhas se acumulem.

E as bactérias também podem se acumular no chuveiro. Além de tudo isso, espuma de sabão pode se acumular nas paredes do chuveiro e manchas de água podem começar a se formar no chuveiro com o tempo.

A imagem que acabamos de pintar é bastante grosseira. Mas com manutenção regular, esses problemas devem ser evitáveis. Para evitá-los, você precisará limpar o chuveiro uma vez por semana. (Sim, realmente.) Mas se você seguir esse cronograma, a limpeza que você deve fazer não deve ser tão difícil depois das mudanças sorocaba.

Com que frequência você deve limpar seu chuveiro?

Converse com qualquer especialista em limpeza e você ouvirá o mesmo conselho: você precisa limpar o chuveiro uma vez por semana – e é exatamente isso.

Embora as limpezas semanais possam parecer muito, elas devem ajudá-lo a manter seu chuveiro em perfeitas condições.

Infelizmente, esta regra vem com uma ressalva: algumas partes do seu chuveiro precisam ser limpas mais de uma vez por semana, e outras precisam ser limpas apenas a cada poucas semanas.

O que limpar após cada banho:

  • Vidro da porta do chuveiro : Limpe-o;
  • Paredes de chuveiro de vidro: limpe-as;
  • Ralo do chuveiro: remova cabelos e outros detritos do ralo e limpe-o.

O que limpar semanalmente:

  • Cabine de duche: Limpe tudo cuidadosamente, incluindo as paredes, o chão e o ralo.
  • Puxador da porta do chuveiro: limpe com um limpador multiuso antibacteriano.
  • Quaisquer superfícies cromadas: Lave-as com um detergente especializado para evitar danos causados ​​pelo calcário.
  • Tapete de banho de tecido: jogue-o na lavanderia.
  • Toalhas: jogue-as na lavanderia.

O que limpar mensalmente:

Como limpar seu chuveiro e mantê-lo absolutamente brilhante

  • Ralo do chuveiro: além de limpá-lo após cada banho, limpe-o profundamente com um limpador de ralos uma vez por mês.
  • Chuveiro: Faça uma limpeza profunda a cada 2 a 4 semanas.
  • Ladrilhos de chuveiro: Limpeza profunda para remover calcário e fungos.
  • Cortina de chuveiro: coloque-a na lavanderia ou lave-a à mão.Tapete de banho de silicone: Limpe-o profundamente com detergente.

Por mais estranho que pareça, a melhor hora para limpar o chuveiro é logo após o banho.

“É verdade que a melhor hora para limpar o chuveiro é logo após o uso”, diz especialista. Como o chuveiro já está molhado, não será necessário usar tanta água na limpeza, diz ele.

Se você não quiser limpar o chuveiro logo depois de se limpar.

Como limpar um chuveiro de azulejo

Coisas que você precisa:

  • Limpador de rejunte comprado em loja ou bicarbonato de sódio;
  • Escova de cerdas macias ou escova de dentes;
  • Limpador de azulejo comprado em loja ou vinagre branco e detergente;
  • Esponja ou escova de cerdas macias;
  • Pano velho ou rodo.

Passo 1: Esvazie seu chuveiro

Antes de pegar soluções de limpeza ou limpar as paredes, você deve dar um passo simples: remova tudo do chuveiro. “Tire tudo do caminho antes de começar a limpar, porque será inconveniente fazer isso depois que você começar a esfregar e limpar todas as superfícies do banheiro”.

Passo 2: Molhe Suas Paredes

Quando o chuveiro estiver vazio e pronto para ser limpo, reserve um momento para enxaguar as paredes e o chão do chuveiro. “Você deve sempre molhar o chuveiro antes de limpá-lo, a menos que as instruções do produto de limpeza digam o contrário”.

Porque? Ao molhar as paredes, você pode enxaguar a poeira, a sujeira e outros detritos soltos, facilitando o trabalho dos produtos de limpeza.

Etapa 3: esfregue suavemente o rejunte

Dê uma olhada no seu rejunte. Você percebe algum mofo? Se o seu rejunte estiver descolorido, provavelmente há mofo – e esse é um ótimo lugar para começar sua limpeza profunda.

Se você decidir usar um limpador de rejunte comprado em loja, siga as instruções na embalagem. E se você seguir o caminho DIY, deixe a pasta descansar um pouco antes de limpá-la.

Etapa 4: borrife e esfregue seus ladrilhos

Quando o rejunte estiver bom, é hora de limpar os ladrilhos do chuveiro. Novamente, você terá a opção de usar uma solução de limpeza caseira ou comprada em uma loja.

Para criar sua solução de limpeza recomendam misturar 1 xícara de água morna, 2 xícaras de vinagre branco e 1 colher de chá de sabão para lavar louça – e colocar essa mistura dentro de um borrifador.

“Pulverize a solução no ladrilho e deixe por cerca de 10 a 15 minutos”, dizem eles. “Depois, pegue uma esponja ou uma escova para remover o excesso de espuma das paredes.”

Etapa 5: enxágue e seque o chuveiro

Depois de terminar a limpeza, abra o chuveiro e use a água para enxaguar todos os produtos de limpeza que acabou de usar. Em seguida, seque as paredes com um pano velho ou rodo.

A alegria de conhecer Jesus

A alegria de conhecer Jesus

Ser cristão não é resultado de uma escolha ética ou de uma ideia elevada, mas do encontro com um acontecimento, uma pessoa, que dá à vida um novo horizonte e uma direção decisiva”.

Este foi o tema da pregação do saudoso Papa Emérito Bento XVI. Ele enfatizou continuamente a importância de conhecer a Pessoa de Cristo e ter um relacionamento profundo e pessoal com ele.

Como a Igreja universal homenageia a memória de Bento nesta semana, esperamos que essas reflexões ajudem você a experimentar a verdade de suas palavras além da Liturgia Diária.

Sim, eu acredito

Acreditar não é somar uma opinião a outras. E a convicção, a crença de que Deus existe não é uma informação como qualquer outra.

Em relação à maioria das informações, não faz diferença para nós se são verdadeiras ou falsas; não muda nossas vidas. Mas se Deus não existe, a vida é vazia, o futuro é vazio.

A alegria de conhecer Jesus

E se Deus existe, tudo muda, a vida é leve, nosso futuro é leve, e temos orientação de como viver. Portanto, acreditar constitui a orientação fundamental da nossa vida.

Acreditar, dizer: “Sim, creio que és Deus, creio que estás presente entre nós no Filho encarnado”, dá uma direção à minha vida, impele-me a apegar-me a Deus, a unir-me a Deus e para encontrar minha morada e a maneira de viver.

Amizade com o Mestre

A alegria mais pura está na relação com [Jesus], encontrado, seguido, conhecido e amado, graças a um esforço constante da mente e do coração.

Ser discípulo de Cristo: para um cristão isso basta. A amizade com o Mestre garante profunda paz e serenidade à alma, mesmo nos momentos sombrios e nas mais árduas provações.

Quando a fé encontra as noites escuras, nas quais a presença de Deus já não é “sentida” nem “vista”, a amizade com Jesus garante que, na realidade, nada poderá separar-nos do seu amor

Deus se faz pequeno por nós

O sinal de Deus é a simplicidade. O sinal de Deus é o bebê. O sinal de Deus é que ele se faz pequeno por nós. É assim que ele reina. Ele não vem com poder e esplendor exterior. Ele vem como um bebê — indefeso e precisando de nossa ajuda.

Ele não quer nos dominar com sua força. Ele tira nosso medo de sua grandeza. Ele pede nosso amor: então ele se faz criança.

Ele não quer nada de nós senão o nosso amor, através do qual aprendemos espontaneamente a entrar em seus sentimentos, seus pensamentos e sua vontade – aprendemos a viver com ele e praticar com ele aquela humildade de renúncia que pertence à própria essência de Ame. Deus se fez pequeno para que pudéssemos entendê-lo, acolhê-lo e amá-lo.

Deus nos cura em corpo e espírito

Onde quer que Jesus vá, o Espírito Criador traz vida, e homens e mulheres são curados de doenças do corpo e do espírito. O senhorio de Deus manifesta-se assim na cura integral do ser humano.

Com isso, Jesus quis revelar o rosto do verdadeiro Deus, o Deus próximo, cheio de misericórdia para com cada ser humano; o Deus que nos faz dom da vida em abundância, da sua própria vida.

O reino de Deus é, portanto, a vida que se impõe sobre a morte, a luz da verdade que dissipa as trevas da ignorância e da mentira.

Amar Nossos Inimigos

O amor ao inimigo constitui o núcleo da “revolução cristã”, uma revolução que não se baseia em estratégias de poder econômico, político ou midiático; um amor que não depende, em última análise, dos recursos humanos, mas é um dom de Deus que se obtém confiando única e sem reservas na sua bondade misericordiosa.

Aqui está a novidade do evangelho que silenciosamente muda o mundo! Aqui está o heroísmo dos “humildes” que acreditam no amor de Deus e o propagam, mesmo à custa de suas vidas.

O Caminho do Discipulado

Não há dúvida de que seguir a Cristo é difícil, mas, como ele diz, só a salvará quem perder a vida por causa dele e do evangelho (cf. Mc 8,35), dando pleno sentido à sua existência. Não há outra maneira de ser seus discípulos, não há outra maneira de testemunhar seu amor e buscar a perfeição evangélica.

3 Mentalidades cruciais que você precisa se quiser reconstruir seu casamento

3 Mentalidades cruciais que você precisa se quiser reconstruir seu casamento

Antes de começar, quero dizer rapidamente que nenhum casamento é perfeito. Mesmo que pareça que seu relacionamento com seu cônjuge está desmoronando, você ainda pode salvá-lo sozinho.

Vamos entrar nas coisas importantes.

1. Entenda que a reconstrução de seu relacionamento começa com você

A primeira e talvez a mais importante coisa a saber é que a reconstrução do relacionamento com seu cônjuge começa com você.

Eu sei que isso soa clichê, mas é verdade. Como provavelmente há muitos problemas acontecendo entre você e seu cônjuge, reconhecer como você pessoalmente contribui negativamente para o relacionamento é um primeiro passo crucial.

Depois de fazer isso, você pode trabalhar em si mesmo e se tornar basicamente a melhor versão possível de você, para que seja um trunfo positivo para o casamento.

Para fazer isso, pergunte-se onde realmente estão os problemas em seu relacionamento ou quais coisas você pode ter feito que causaram discussões ou afastaram seu cônjuge.

Por exemplo, talvez você tenha um lado pessimista que aparece com muita frequência ou talvez importune seu cônjuge com todas as pequenas coisas da casa.

Seja o que for, identifique alguns desses problemas que você causa ou pelo menos contribui para eles e faça um esforço para trabalhar neles.

Uma vez que seu cônjuge veja que você está trabalhando em si mesmo e no casamento – ele ou ela estará muito mais inclinado a realmente trabalhar junto com você para reconstruir o relacionamento e investir em coisas diferentes como um sexshop.

2. Evite criar grandes expectativas para seu cônjuge

A próxima coisa que você vai querer fazer é evitar estabelecer grandes expectativas. Eu sei que isso pode ser difícil, especialmente quando sua imaginação tira o melhor de você.

3 Mentalidades cruciais que você precisa se quiser reconstruir seu casamento

Mas se você quer trabalhar para salvar seu relacionamento, então é realmente importante não estabelecer expectativas irrealistas de seu cônjuge.

Em outras palavras, basicamente não espere que ele ou ela seja alguém que não é ou faça mais do que é razoável pedir.

Você pode adorar a ideia de seu cônjuge se envolver em algumas das coisas que você gosta de fazer, alguns de seus hobbies ou intensificar seu jogo romântico ou o que quer que seja, mas, novamente, você não pode esperar que seu marido ou esposa mude. durante a noite, certo? Você não pode esperar que eles se tornem alguém que não são.

Uma das coisas mais importantes quando se trata de reconstruir o relacionamento com seu cônjuge é evitar estabelecer um padrão muito alto. Quando você cria expectativas irrealistas, isso só vai levar ao desapontamento, o que realmente me leva ao meu próximo ponto, que é basicamente pedir ao seu cônjuge que mude.

Há dois problemas em pedir a seu cônjuge que mude.

Primeiro, se seu cônjuge mudar, não será uma mudança genuína porque não foi ideia dele em primeiro lugar. Eles não estavam realmente motivados para fazer isso. É porque você pediu.

Quando isso acontecer, as mudanças provavelmente não serão permanentes. Antes que você perceba, você vai acabar de volta onde começou.

O segundo problema é que pedir ao seu cônjuge para mudar provavelmente levará a algum ressentimento da parte dele. As pessoas em geral realmente odeiam quando a mudança é imposta ou pressionada sobre elas.

Pedir ao seu cônjuge para fazer isso não vai ajudar a situação, mesmo que as coisas na superfície pareçam melhorar no início, a menos que seu cônjuge esteja mudando por si e por vontade própria, então não vai fazer nenhum bem para o seu casamento. o longo prazo.

3. Respeite o espaço de cada um

O último ponto e um dos mais importantes é respeitar o espaço do seu cônjuge.

Neste ponto pode ser difícil não sufocar seu marido ou sua esposa ou implorar por sua atenção. Isso é especialmente verdadeiro se você sentir que as coisas estão se esvaindo entre vocês dois.

Por mais que persegui-los possa parecer uma boa maneira de se reconectar com seu cônjuge, definitivamente não é o caminho certo para fazer as coisas.

Em vez disso, é realmente crucial que, a essa altura, você dê muito tempo e espaço ao seu cônjuge. Quando você fizer isso, eles terão a chance de refletir sobre o relacionamento e você garantirá que não piorará as coisas.

É ainda melhor se você estiver ocupado trabalhando em si mesmo e fazendo o que puder para fazer mudanças positivas – então seu marido ou sua esposa começará a ver a pessoa por quem eles se apaixonaram quando vocês se conheceram e começaram a namorar.

Quando isso acontece, muitas vezes é suficiente convencê-lo a trabalhar na reconstrução do relacionamento junto com você e fazer com que eles comprem, o que, a longo prazo, pode ser o que salvará seu casamento.

Conclusão

OK. Ai está. São 3 coisas que você pode fazer para reconstruir seu relacionamento. Eu vou manter isso curto e deixá-lo lá. Esperançosamente, você aprendeu alguma coisa.

Como aumentar o tráfego do seu site com SEO

Como aumentar o tráfego do seu site com SEO

Portanto, há um problema com todas as estratégias. Eles não vão direcionar o tráfego para o seu site se ninguém puder encontrá-los. E com a primeira página do Google capturando 71% dos cliques do tráfego de busca, você precisa de uma estratégia de SEO .

SEO é a prática de otimizar um site para mecanismos de pesquisa (portanto, otimização de mecanismo de pesquisa) para que fique mais visível nos resultados de pesquisa para consultas relevantes. Uma estratégia de SEO é um animal totalmente diferente, mas aqui estão os princípios básicos de SEO .

Palavras-chave segmentada

Palavras-chave são as palavras e frases que as pessoas digitam nos mecanismos de pesquisa e, como você pode imaginar, algumas palavras-chave são mais pesquisadas do que outras.

Usando ferramentas de pesquisa de palavras-chave, você pode ver, por exemplo, que a palavra-chave “como aumentar o engajamento do site” recebe apenas cerca de 10 pesquisas por mês, enquanto como aumentar o tráfego do site recebe 300 pesquisas.

Coloque suas palavras-chave estrategicamente

Este é o pão com manteiga do SEO on-page — onde você otimiza seu conteúdo para que os mecanismos de pesquisa possam entender do que se trata e classificá-lo em pesquisas relevantes.

Certifique-se de colocar sua palavra-chave de destino nos seguintes locais:

  • Tag de título (meta título);
  • cabeçalho H1;
  • Pelo menos dois cabeçalhos H2;
  • Naturalmente no corpo;
  • As primeiras 100 palavras;
  • Nomes de arquivo de imagem e texto alternativo;
  • Meta Descrição.

Otimize sua aparência SERP

Como aumentar o tráfego do seu site com SEO

Apenas incluir a palavra-chave em sua meta descrição e meta título não é suficiente. Você precisa otimizar essas informações importantes para melhorar seu apelo na SERP e incentivar mais cliques orgânicos .

  • Meta descrição: mantenha entre 155-165 caracteres, indique o valor que o leitor obterá da postagem e torne-a acionável.
  • Meta título: crie um valor de 60 caracteres ou menos, com a palavra-chave próxima ao início e indique algum tipo de valor ou benefício.

Link interno

Ao criar e publicar conteúdo, certifique-se de adicionar pelo menos 1 a 3 links para outras páginas do seu site nessa página. Isso ajudará a direcionar o tráfego para essas páginas, mas também (a) mantém os visitantes em seu site por mais tempo.

Faz com que eles visualizem mais páginas em seu site e (c) permite que eles obtenham mais valor de seu site – todos os quais melhoram sua classificação e direcionam mais tráfego para seu site.

Melhore a velocidade da sua página

Já se pegou esperando trinta segundos pelo carregamento de uma página da Web? Nem eu. Se o seu site demorar muito para carregar, sua taxa de rejeição será muito alta.

A velocidade sempre foi um fator de classificação, mas ainda mais agora com a atualização da experiência da página.

Certifique-se de que suas páginas sejam tecnicamente otimizadas quanto possível, incluindo tamanhos de arquivo de imagem, estrutura de página e funcionalidade de plug-ins de terceiros. Quanto mais rápido o seu site carregar, melhor.

Obter backlinks

Um dos fatores de classificação do Google mais influentes é a quantidade e a qualidade dos links para o seu site

Quanto mais links você tiver de sites confiáveis ​​com alta Autoridade de Domínio, mais você aumentará sua própria Autoridade de Domínio, por isso o indicado por especialista de SEO e agência é comprar backlinks para melhor ranqueamento do seu site.

Quanto maior for seu DA, maior será sua classificação e maior será seu tráfego – sem mencionar qualquer tráfego que você obtenha em seu site a partir do próprio link.

Conclusão

Lembrando que para melhores resultados, o indicado sempre é procurar por analista de SEO e agência de SEO para resultar em bons posicionamento nas páginas do Google.

Existem diversas agências que podem te ajudar, consulte hoje mesmo e faça seu orçamento.

Problemas de pele de cachorro: arranhões, coceira e muito mais

Problemas de pele de cachorro: arranhões, coceira e muito mais

Condições de pele que causam coceira e irritabilidade no seu cachorro ou gato pode ser algo sério, e ideal é procurar por um laboratório veterinário.

De um modo geral, a coceira do seu cão não é nada para se preocupar. No entanto, se o seu filhote estiver se coçando excessivamente ou com muita frequência e estiver causando irritação na pele, aponte para a causa de seu comportamento estranho.

Seu veterinário poderá ajudá-lo a determinar a causa subjacente da coceira do seu cão e sugerir tratamentos para ajudá-lo a se recuperar.

Causas, sintomas e tratamento

Existem vários problemas de pele canina que podem fazer com que ele arranhe, lamba ou morda o pelo. Alguns dos mais comuns incluem:

  • Mordidas Parasitárias
  • Mordidas de parasitas como ácaros e pulgas são algumas das fontes mais comuns de coceira em cães.
  • Felizmente, eles também são alguns dos mais fáceis de tratar. Seu veterinário poderá prescrever medicamentos para ajudar a resolver os problemas de parasitas de seu animal de estimação. Depois, você também deve fazer uma limpeza completa do seu espaço, principalmente nos lugares que seu cão frequenta, para garantir que nenhuma dessas criaturas permaneça.

Existem também medicamentos preventivos que você pode dar ao seu cão para prevenir pulgas, ácaros ou carrapatos em primeiro lugar.

Dermatite Ambiental

Essa irritação da pele se desenvolve a partir do contato com substâncias como plantas, gramíneas ou sujeira que podem irritar a pele do seu cão. Os sintomas específicos podem incluir pele rachada ou seca, bolhas, vermelhidão e inchaço.

Problemas de pele de cachorro: arranhões, coceira e muito mais

Maneiras sugeridas para aliviar essa condição incluem anti-histamínicos ou banhos de aveia. Seu veterinário pode recomendar um creme de cortisona ou outra alternativa, dependendo da gravidade.

Dermatite Nutricional

Este é um problema relativamente incomum para cães, no entanto, é possível que eles tenham uma reação alérgica a algo em sua comida.

Normalmente, a dermatite nutricional resulta em irritações e arranhões na pele, mas também podem ocorrer problemas digestivos, como diarreia ou vômito. Se o seu cão apresentar qualquer um dos sintomas, é melhor marcar uma consulta com o veterinário .

Se seu cão for diagnosticado como tendo dermatite nutricional, seu veterinário provavelmente recomendará mudar a dieta de seu cão para remover quaisquer alérgenos dele.

Alergias de pele

Alguns cães são mais propensos a alergias do que outros, tornando este um motivo comum para visitar o veterinário, dependendo da raça do seu cão. Os alérgenos que causam irritação na pele do seu cão podem incluir plantas, insetos, pólen ou pêlos.

Alguns dos sintomas, além da coceira, incluem limpeza ou lambidas excessivas, olhos lacrimejantes e espirros, erupções cutâneas e pele inflamada. Seu veterinário pode diagnosticar o que está causando a alergia e recomendar o tratamento, bem como formas de prevenir futuras reações alérgicas.

Urticária

Outro tipo de reação alérgica é a urticária. A urticária pode ser uma reação a muitas coisas, desde picadas ou medicamentos. Os sintomas aparecem como uma protuberância elevada que faria com que o pelo do cão se destacasse.

Às vezes, a urticária se manifesta através do inchaço ao redor dos olhos do seu cão. Usar um xampu hipoalergênico para seu filhote geralmente alivia essa condição. O condicionador leave-in hidratante também pode ajudar. Pergunte ao seu veterinário o que eles recomendam para o seu animal de estimação.

Casos de emergência

Se a coceira do seu cão persistir por mais de alguns dias, você deve marcar uma consulta para que seu veterinário possa diagnosticar o problema e tratá-lo. Coceira prolongada pode causar coceira excessiva e morder a coceira, o que pode criar uma lesão auto infligida. Isso pode se tornar sério se não for verificado.

6 dicas importantes para proteção contra incêndio no local de trabalho

6 dicas importantes para proteção contra incêndio no local de trabalho

O local de trabalho é um local em que passamos grande parte do nosso tempo e geralmente é um ambiente que contém vários riscos de incêndio, e é por isso que é de vital importância ter métodos adequados de proteção contra incêndio.

Há um grande número de riscos presentes em ambientes comerciais e industriais, sejam equipamentos elétricos em um escritório, produtos químicos e ferramentas em uma fábrica, materiais como papéis e tecidos em uma escola ou vários aparelhos de aquecimento e cozinha em um ambiente de preparação de alimentos.

A presença desses fatores, aliada a acidentes e falha humana, pode resultar em incêndios que matam ou ferem gravemente funcionários, visitantes e clientes, podendo também danificar, ou mesmo destruir, seu prédio, equipamentos e estoque.

Descubra quem é o responsável pela proteção contra incêndio dentro do seu prédio

De acordo com a Ordem de Reforma Regulatória (Segurança contra Incêndios) de 2005, todas as empresas e propriedades comerciais devem determinar e designar uma ‘pessoa responsável’.

E lembre sempre que é importante a Instalação e Manutenção da Rede de Hidrantes, como garantia em dias de incêndio.

Na Inglaterra e no País de Gales, isso significa que, se você for um empregador, proprietário, locador ou ocupante de uma empresa ou outro edifício não residencial, você é responsável pela segurança contra incêndio e, como tal, é responsável por garantir o cumprimento das regulamentos atuais e realizar revisões regulares, avaliações e medidas de proteção de segurança.

Defina as principais responsabilidades de um oficial de segurança contra incêndio

As principais funções do ‘responsável’ incluem desempenhar Avaliações de risco de incêndio, passando por reduções de risco de incêndio, incluindo a instalação de equipamentos de proteção e segurança contra incêndio e coordenação de exercícios de alarme de incêndio.

6 dicas importantes para proteção contra incêndio no local de trabalho

É importante que o oficial de segurança contra incêndio designado tenha um conhecimento abrangente e completo e compreensão prática do incêndio, do próprio edifício e das precauções e segurança gerais contra incêndio.

Como sua principal responsabilidade é garantir que, em caso de incêndio, todos possam escapar com rapidez e facilidade, eles também devem ter as habilidades necessárias para planejar e praticar processos de evacuação seguros.

Às vezes, pode ser incrivelmente útil, e muitas vezes é um requisito legal, garantir que a “pessoa responsável” designada tenha proteção contra incêndio e treinamento de segurança e especialistas do setor de segurança contra incêndio.

Escolha e instale o sistema de alarme de incêndio certo para as suas instalações

Uma das formas mais eficazes de proteger as pessoas dentro do seu ambiente de negócios, bem como a própria estrutura do edifício, é garantir que um produto de alta qualidade sistema de alarme de incêndio foi instalado profissionalmente.

É extremamente importante instalar o sistema de alarme de incêndio adequado para o seu ambiente, pois diferentes sistemas têm usos e finalidades diferentes, dependendo de sua aplicação, e é por isso que os profissionais recomendam obter aconselhamento especializado sobre os tipos de alarme disponíveis de um fornecedor respeitável de equipamentos contra incêndio.

Ir aos especialistas não é apenas útil para obter conselhos, mas também para organizar a instalação do seu novo sistema de alarme.

A instalação padrão superior é essencial para garantir um funcionamento confiável e também é vital realizar manutenção regular e periódica para garantir que seu alarme permaneça em perfeitas condições de funcionamento.

Certifique-se de que equipamentos eficazes de proteção contra incêndio estejam instalados e bem conservados

Os alarmes de incêndio são vitais para a detecção rápida e eficaz da presença de fogo ou fumaça. No entanto, existe uma grande variedade de equipamentos de proteção contra incêndio disponíveis que podem salvar vidas em caso de emergência e também são muitas vezes uma necessidade por lei.

Extintores de incêndio são geralmente necessários em todos os ambientes comerciais e industriais e são uma forma fundamental de proteção, fornecendo um método de combate ao fogo.

No entanto, existem vários tipos de extintores de incêndio, todos adequados para diferentes tipos de incêndio e, consequentemente, para diferentes ambientes. Portanto, é fundamental obter uma opinião especializada de qual é o melhor extintor ou combinação de extintores para sua propriedade.

Planeje, prepare e pratique procedimentos de evacuação de incêndio

Como parte de sua avaliação de risco de incêndio e como uma medida vital de segurança geral contra incêndio, é importante planejar e preparar um processo de evacuação completo.

O procedimento deve incluir vários percursos de saída do edifício, todos eles considerados simples, eficazes e rápidos, de forma a tornar a saída o mais segura e eficiente possível. Também é importante ter rotas alternativas planejadas caso uma saída seja bloqueada ou parcialmente obstruída pelo incêndio.

Sinalização de segurança contra incêndio devem ser colocados em portas e paredes para que as pessoas saibam que caminho seguir, e luz de emergência é uma medida de segurança incrivelmente útil no caso de corte de energia durante a evacuação.

A ‘pessoa responsável’ designada deve garantir que todos estejam cientes do procedimento de evacuação e práticas regulares devem ser realizadas para manter e aprimorar essa conscientização.

Aumente a matricula de alunos com estas 10 dicas práticas

Aumente a matrícula de alunos com estas 10 dicas práticas

Atingir as metas de matrícula de alunos não é exatamente uma tarefa fácil para as equipes de admissão. Com tantas opções de estudo da nova era.

A queda nas taxas de matrícula já era uma preocupação antes mesmo da pandemia. E a captação de alunos acabou se tornando um assunto bem falado.

1) Aproveitando a motivação do aluno

Escolher uma escola é uma decisão altamente emocional, e a emoção desempenha um papel enorme em motivar e encorajar um aluno a dar o primeiro passo.

Entender o que impulsiona seus clientes em potencial o capacitará a criar melhores mensagens de marketing, cópias de anúncios e discurso de admissão que ressoe com as aspirações de seus candidatos e promova a ação.

Embora colocar essas histórias de sucesso e depoimentos em seu site seja absolutamente essencial, também é necessário comercializá-los.

Para aumentar a matrícula na faculdade usando canais digitais, crie páginas de mídia social, otimize seu site para mecanismos de pesquisa e comercialize seu conteúdo online.

2) Contar histórias como uma ferramenta

Qual é a sua história como instituição? No calor das metas de matrícula, as equipes de educação muitas vezes esquecem que uma escola também é uma marca e deve ser construída como tal. Especialmente quando você considera o fato de que contar histórias é a melhor forma de marketing educacional .

No que lhe diz respeito, seus candidatos são seu público, e contar uma história pode ser o suficiente para mudar tudo. É uma ótima ferramenta para falar com as emoções de seus alunos-alvo, o que também lhes dá uma sensação de envolvimento e uma melhor compreensão dos valores de sua instituição.

3) Propriedades on-line: site e mídia social

A influência desse meio é tão forte que um estudo mostra que um em cada dois adolescentes confia nas mídias sociais em suas pesquisas para quais universidades ou faculdades se candidatar. Portanto, você precisa levar suas histórias para onde seu público está.

E lembre-se também de que aplicar boas estratégias de mídia social apenas garantirá que seus clientes em potencial estejam constantemente envolvidos com sua escola.

Confira este blog para saber como fazer redirecionamento de mídia social no ensino superior para alcançar os alunos que interagiram com seu website.

4) Reduzindo o tempo de resposta por meio da automação

A geração de hoje quer respostas instantâneas para suas perguntas. Os profissionais de marketing educacional que não se ajustam ao estilo de comunicação desta geração podem correr o risco de não conseguir se conectar com eles de maneira eficaz.

Quanto mais cedo você fizer a conexão emocional, melhor a chance que você terá, porque uma vez que os candidatos decidem que gostam de uma determinada escola, muitas vezes é difícil para eles voltarem atrás. Isso é importante para criar uma ponte emocional entre sua escola e o aluno em potencial.

A maioria dos especialistas em dados diz que o tempo de resposta para seus leads deve ser de 5 minutos ou menos. Isso pode parecer quase impossível, mas é possível.

De acordo com um estudo realizado pela Drift , apenas 7% das empresas pesquisadas estão alcançando um tempo médio de resposta de lead de cinco minutos ou menos.

5) Estratégias de engajamento dinâmico

Seus candidatos vêm de diferentes esferas da vida e com diferentes perspectivas. Com isso em mente, sua estratégia de engajamento precisa ser flexível na abordagem.

Aumente a matricula de alunos com estas 10 dicas práticas

A geração do milênio e a geração Z cresceram em um mundo digital, onde todos estão tentando vender para eles. Eles são muito espertos em julgar a intenção por trás das mensagens enviadas para eles. Em meio a tanto barulho, os alunos buscam algo que lhes seja pessoal e que agregue valor à sua vida.

A automação de marketing de ensino superior e a plataforma de engajamento resolvem esse problema personalizando em escala. Primeiro, ele busca as informações básicas do cliente em potencial e, em seguida, rastreia suas atividades e comportamento.

6) Aproveitar a tecnologia

O uso da tecnologia está se tornando cada vez mais decisivo. As equipes de marketing e admissões não apenas o utilizam – elas confiam nele. E, com a disponibilidade de tecnologia que faz o trabalho pesado de automação, análise e amostragem, as equipes de recrutamento podem modificar sua estratégia com mais eficiência do que nunca.

7) Processo de Aplicativo Móvel

O uso de dispositivos móveis está aumentando, especialmente entre o público mais jovem. Imagine abrir um site não responsivo mal projetado em seu telefone, onde você precisa aumentar e diminuir o zoom constantemente.

Esqueça a solicitação de consulta, qualquer pessoa simplesmente abandonaria o site simplesmente por frustração.

Essa capacidade de resposta permitiria que eles aplicassem de qualquer dispositivo, a qualquer momento, sem prejudicar a experiência do usuário. Ter um processo e formulário de inscrição responsivos para dispositivos móveis só será um bom presságio para sua universidade e terá um impacto direto nas taxas de inscrição.

8) Faça Mais com Análise de Matrícula

Houve um tempo em que o marketing de matrículas era totalmente medido pelo sucesso ou fracasso absoluto. Agora, o marketing tem muito mais clareza. Você pode analisar as melhores fontes de geração de leads para o ensino superior , os pontos de entrega dos candidatos, as mensagens que eles gostam e onde eles agem.

Esses relatórios garantem que você esteja alocando seus recursos na direção certa para que os erros possam ser corrigidos rapidamente e as decisões adequadas possam ser tomadas.

9) Melhore sua visibilidade com SEO

67% dos clientes em potencial usam mecanismos de pesquisa como fonte inicial de obtenção de informações sobre escolas em potencial. Para aumentar a visibilidade da sua escola online (a menos que você seja um ivy league), você precisa investir na otimização de mecanismos de busca para o seu site e todo o conteúdo nele contido.

Cada página precisa ser projetada com a intenção de classificar nos mecanismos de pesquisa, e não apenas na sua página inicial. Ao descobrir escolas, os clientes em potencial geralmente pesquisam termos como “Melhores programas de arte” ou “Cursos de negócios” em vez do nome da escola.

Realize pesquisas de palavras-chave. Identifique um conjunto de palavras-chave ou frases que sua escola ou faculdade oferece e nas quais seus candidatos estariam interessados. Há uma infinidade de ferramentas que permitem que você saiba o que seu público-alvo está procurando. Use esses dados a seu favor, para que, quando os clientes em potencial “Googlearem” você, sua escola apareça no topo.

10) Promova seus graduados

As pessoas não confiam no que você diz. Eles confiam no que outras pessoas dizem sobre você. Depoimentos de alunos , cases de sucesso, prêmios, reconhecimentos são alguns exemplos de elementos de confiança que agregam credibilidade à sua marca.

Mostrar aos clientes em potencial o sucesso de seus ex-alunos pode ajudar muito a convencer os candidatos de que sua escola é a certa para eles.

Histórias e cultura reais mantêm os alunos envolvidos durante o ciclo de vida de suas admissões. Confira este ótimo exemplo da Universidade de Georgetown que usa essa história de aceitação em suas campanhas de marketing.

10 Tipos de marketing que você deve conhecer

10 tipos de marketing que você deve conhecer

Existem muitos tipos diferentes de estratégias que as equipes de marketing educacional usam para comunicar os benefícios de seu produto ou serviço ao público.

Mas qual é a melhor estratégia? Neste artigo, obtenha uma lista de 10 tipos diferentes de estratégias de marketing de negócios para experimentar em seu próximo plano de marketing.

O que é marketing?

A American Marketing Association descreve o marketing como “a atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que tenham valor para clientes, clientes, parceiros e a sociedade em geral”.

Como essa definição é tão ampla, oferece muito espaço para o mundo do marketing crescer à medida que nossa tecnologia se expande. À medida que nossas necessidades mudam e se desenvolvem, o mesmo acontece com as estratégias de marketing disponíveis que as empresas usam.

Marketing é mais do que apenas os anúncios que você ouve no rádio ou os outdoors que você vê na rua. Marketing é a forma como as empresas se comunicam com seu público e estabelecem sua marca.

As estratégias de marketing de uma empresa são iterativas e as estratégias mudam de acordo com as necessidades de seu público.

Os 10 tipos mais comuns de marketing tradicional

O marketing tradicional engloba estratégias que têm sido usadas desde a invenção do próprio marketing em 1800. Essas estratégias são muito mais evidentes e, às vezes, menos direcionadas. Dê uma olhada nas 10 estratégias de marketing tradicionais mais comuns.

1. Marketing de saída

Quando uma estratégia de marketing é chamada de “saída”, ela se concentra em como a mensagem está sendo entregue. O marketing de saída acontece quando uma empresa compartilha sua mensagem para um público.

Os anúncios em outdoors são um bom exemplo de outbound marketing – no caso de um outdoor, a empresa está tentando compartilhar certas informações com as pessoas que passam.

2. Marketing personalizado

O marketing personalizado é uma estratégia em que a empresa utiliza dados históricos para criar uma experiência personalizada para você.

10 Tipos de marketing que você deve conhecer

Isso pode incluir mala direta que usa seu nome em materiais de marketing ou mercearias que oferecem cupons para itens que você compra regularmente.

3. Mala direta

Mala direta é quando as empresas enviam anúncios para um endereço específico. Isso permite que as empresas segmentem uma área específica. Um bom exemplo de marketing de mala direta é um anúncio semanal de supermercado.

4. Marketing de parceiros

A estratégia de marketing de parceiros exige que duas empresas trabalhem juntas para criar uma mensagem coesa. Um exemplo comum disso é uma empresa patrocinando algo em outra empresa. Por exemplo, um café pode fornecer Wi-Fi gratuito, cortesia do Google.

5. Telemarketing

Telemarketing é quando uma empresa entra em contato com indivíduos por meio de ligações telefônicas. Essa ainda é uma tática comum, mas desde que os telefones celulares e o identificador de chamadas se tornaram a norma, o sucesso dessa estratégia de marketing diminuiu.

6. Marketing de relações públicas (RP)

O marketing de relações públicas é uma estratégia em que você faz parceria com uma fonte de notícias para gerar mais buzz em torno de seus negócios.

O marketing de relações públicas é comumente usado quando uma empresa lança um novo produto, tem uma grande mudança de liderança ou anuncia uma expansão.

7. Marketing boca a boca

O marketing boca a boca é uma estratégia de marketing que se baseia em clientes existentes que indicam sua empresa para novos clientes. Esta é uma estratégia difícil de controlar, porque depende de seus clientes para fazer o trabalho de perna.

Uma maneira comum de incentivar os clientes a indicar amigos é oferecer algum tipo de incentivo, como um desconto ou bônus por indicar sua empresa. Isso é comumente visto em pequenas empresas baseadas em clientes, como salões de cabeleireiro ou academias.

Isso também está começando a acontecer mais para serviços baseados em assinatura, como serviços de entrega de refeições. Se você indicar um amigo, tanto você quanto um amigo podem obter algum tipo de desconto.

8. Marketing furtivo

O marketing furtivo é o ato de comercializar um bem ou serviço para alguém sem que ele perceba que está sendo comercializado.

Um bom exemplo disso é a colocação de produtos em um filme ou programa de TV. Você pode notar que certos personagens do programa usam apenas um determinado tipo de computador ou dirigem apenas um determinado tipo de carro. Isso ocorre porque essas empresas pagaram para serem apresentadas.

9. Marketing de marca

O marketing de marca é uma forma de marketing de longo prazo em que o objetivo é tornar-se reconhecível e estabelecer uma boa reputação. O marketing de marca abrange muitas facetas diferentes, desde a marca visual até o tom e a voz.

Para medir a eficácia das estratégias de marketing da marca, as empresas rastrearão o reconhecimento da marca. Essa métrica mede o grau de familiaridade de uma pessoa comum com sua marca.

10. Marketing de causa

O marketing de causa é uma estratégia na qual uma empresa opta por apoiar uma determinada causa como forma de fortalecer os valores centrais de sua marca. Um bom exemplo disso é a Patagônia. Eles prometem 1% das vendas para a restauração e preservação do ambiente natural da Terra.

o guia para quem tem duvidas sobre sprinklers

O guia para quem tem dúvidas sobre sprinklers

Há muitas maneiras de proteger sua empresa contra incêndios. Uma maneira de fazer isso é com um projeto de sprinklers contra incêndio. Este tipo de sistema de sprinklers é projetado especificamente para edifícios comerciais e ajudará a proteger sua propriedade, funcionários e clientes.

Embora você não precise saber tudo sobre como funciona seu sistema comercial de sprinklers contra incêndio, você precisa saber o básico. Para pode saber o que fazer em uma hora de imprevisto com o incêndio. Confira agora o seu guia básico:

Riscos de não conhecer o básico do seu sistema de sprinklers

Os sistemas comerciais de sprinklers contra incêndio podem ser complicados de entender. No entanto, existem alguns pontos básicos de informação que você deve saber sobre o sistema de sprinklers em seu negócio.

Se você não conhece o funcionamento geral do seu sistema comercial de sprinklers contra incêndio, ele pode não fazer o trabalho de apagar incêndios quando necessário.

Na verdade em todo equipamento instalado dentro de casa ou comércio, o indicado é fazer um mini curso de como reagir a um incêndio. pois assim você está ciente qual passo tomar, no inicio do incêndio.

Como funciona o sistema comercial de sprinklers contra incêndio

Um sprinkler de incêndio funciona de várias maneiras, dependendo do tipo de sistema que é. Em geral, quando há um incêndio em seu prédio, o sistema de sprinklers detecta o calor e aciona os sprinklers.

o guia para quem tem duvidas sobre sprinklers

A água, ou outro material de supressão de incêndio, fluirá para fora dos aspersores e trabalhará para extinguir o fogo. A quantidade de aspersores e a colocação dependerão da estrutura do edifício e dos regulamentos locais e estaduais relativos a esse tipo de sistema de prevenção de incêndio.

Lembrando que os sistemas de sprinklers só dispara em relação ao calor do ambiente, temperatura de um incêndio e jamais ele irá disparar por conta de fumaça, isso é um mito.

Como fazer a manutenção do sistema de sprinklers

Além de ter esse tipo de sistema de proteção contra incêndio, você também precisa manter seu sistema comercial de sprinklers contra incêndio regularmente.

Os regulamentos em sua localização e área de indústria ditarão com que frequência você precisa ter seu sistema de sprinklers inspecionado e mantido. Essa manutenção é vital, pois seu sistema de sprinklers só apagará o fogo se funcionar como deveria.

Diferentes tipos de sistemas de sprinklers contra incêndio

Existem alguns tipos diferentes de sistemas comerciais de sprinklers contra incêndio. Aqui estão as principais opções de aspersores comerciais, lembrando que, cada um serve para determinados locais, procure saber qual se encaixa melhor em seu ambiente:

Sistema de tubulação úmida: Um sistema de tubulação úmida é o tipo mais comum de sistema de sprinklers e usa água para apagar o fogo.

Sistema de tubulação seca: Em climas frios e edifícios não aquecidos, um sistema de tubulação seca é ideal, pois usa ar ou gás, não água, para apagar o fogo.

Sistema de pré-ação: Um sistema de pré-ação é uma opção de tubo seco onde o gás pode ser liberado após uma série de eventos serem acionados para garantir que certos equipamentos ou itens preciosos dentro do edifício não sejam danificados.

Sistema de dilúvio: Um sistema de dilúvio é um sistema de sprinklers usado em edifícios que possuem materiais tóxicos ou altamente inflamáveis ​​para os quais é necessário um dilúvio de água para apagar as chamas.

Agora que você conhece o básico dos sistemas comerciais de sprinklers contra incêndio, certifique-se de que seu sistema de sprinklers seja inspecionado e mantido adequadamente.

E para contratar ligue para uma empresa especialista em projetos e sistemas de sprinklers, para indicar o melhor para seu estabelecimento.